segunda-feira, 13 de julho de 2009

Poema pra 02:19

Reconstituição

Tive de repente
saudade da bebida que eu estava bebendo...
tive saudade e tentei me lembrar que gosto faltava,
qual era a bebida...
Fui procurando entre copos e móveis
e dei com sua boca.
A saudade era dela
A bebida era o beijo.
Elisa Lucinda

4 comentários:

V. Martins disse...

Poemas me intrigam '-'

Bruna Calland disse...

Tá lindo seu blog,e amei o negoço do macaco hahaha
E o marido é namorado anjo, hahahah

beiiijos,bruna calland

Ricelly Gama disse...

Eita que tá chegando a hora da gente ir embora né? Ai que medo :x

Ah eu adorei o macaco tbm, demais (H)

E qto ao poema, é complicado falar de saudade, ainda mais agora :$


bjão :*

Ryan disse...

Nem me fale em beijos ;(