domingo, 4 de outubro de 2009

Sobre o que eu poderia escrever

Não sei o que escrever.
Então vou falar sobre isso, ou sobre o que poderia ser uma postagem, se soubesse quais palavras usar.
Poderia falar de preconceito. Acho um bom tema. Todo mundo finge que não tem, mas no fundinho do fundinho, em algum lugar do corpo ele tá escondido.
Poderia falar de relacionamento. Mas o que tenho vivido, não me dá chance de falar, pensar, escrever ou agir sobre nada ligado a sentimento.
Poderia também falar sobre Mentira. Mas não mentira de não dizer a verdade; Mentira música da Adriana Calcanhoto. Que é a que estou ouvindo no exato momento dessa frase, e provavelmente vou está ouvindo até na metade da segunda.
Poderia falar de aquecimento global. O mundo vai aquecer 4º em 50 anos; e daqui a exatos cinquentinha eu ainda vou ter 69. Isso me apavora, e deveria te apavorar também.
Acho que uma postagem sobre saudades daria certo. Tenho sentido tanta, mais tanta. Que tô quase sufocando nela.
Uma postagem sobre amizade também seria interessante. Amigos.!
Amigos é uma coisa que todo mundo tem, e se não tem deveria mudar de atitude e se tornar uma pessoa melhor. Assim, poderia ter amigos também.
Acho que eu devia falar das Olimpíadas de 2016. Mas não vou falar de propósito. ¬¬*
Deveria fazer uma propaganda maior sobre o meu novo blog. Uma coisa mais explicita e convidativa.Mas ainda não é o momento....
Posso falar da minha realidade como universitária, e de como é estranho, ruim, bom e diferente morar sozinha.
Deveria fazer uma postagem sobre como não suporto gente mal educada, e como pessoas que ficam xingando me estressam. Ou poderia escrever sobre como tô com medo de me apaixonar nesse exato momento.
Mas não.!
Hoje não sei falar sobre nada. E se sei, não quero fazer.
A postagem termina por aqui. E a música já mudou...
Agora toca Vambora, com a Adriana também.
"Entre por essa porta agora
E diga que me adora
Você tem meia hora
Prá mudar a minha vida
Vem, vambora
Que o que você demora
É o que o tempo leva... "

14 comentários:

Thulio Falcao disse...

A gente poderia falar de tudo. A gente poderia falar de nada, nada é tudo e vice-versa.

E todos têm preconceito, só de negar a pessoa já tem.

E às vezes nem é falta de inspiração para falarmos de tudo, é de expressão mesmo.

E aquela frase é uma interpretação bem diferente. Não é nesse sentido de outro mundo ter humanos, mas é mais de cada mundo sua visão de bem e mal mesmo. Complicado explicar :P

Enfim, gostei dos teus blogs, o do pensamento é bem diferente, a temática, digo.

xero pra tu, vou te add no meu

Marcelo Mayer disse...

não fale mesmo de rio 2016
há coisas mais interessantes a serem ditas.

ótimo texto

obrigado por visitar meu blog

to te seguindo

bjs

Bruna Calland disse...

Também mudaste o visual,adorei !
E sua postagem tá muito interessante,aponta assuntos muito comentados, e os olha com um ponto de vista muito bom, adorei !
Beijos
Bruna Calland.

Ryan disse...

Sem falar nada, você suscitou vários assuntos interessantes. Apenas as palávras em epígrafe já foram o suficiente para nos fazer lembrar de muitas e muitas outras coisas que já foram escritas! Sei lá, sem falar nada você disse TUDO!

@diidods disse...

Sem 'falar nada' você disse muita coisa, que fez **88*888***REFLETIR**888*****88

Fernando ... Ñunes disse...

Daki 50 anos eu vou ter 68, ok, não tinha pensado nisso, eu vou tah velho e feio...me dá desespero, acho q eh melhor passar creme de colágeno na cara agora...

Katrina disse...

Eu nunca sei o que escrever, por isso escrevo tanto nada.
Grande texto!
=*

carla l. disse...

Por favor, tudo, menos Rio 2016.


Tem dias que desaprendemos a falar sobre o que nos rodeia, preferimos só observar pra tecer comentários futuros. Mas quem disse que é proibido falar quando não sabemos mais?

Cadinho RoCo disse...

Sempre podemos falar de um mundo de coisas.
Cadinho RoCo

Bertonie disse...

É por essas e outras que, quando chegarmos em 2059, eu vou estar curtindo a vida adoidado na Amazônia vivendo feliz e saltitante por entre relva verde (?), or...

@italojunior disse...

Também estou em um momento "sei lá". como diria minha irmã o proceso "sei lá". Algo demorado e vagaroso que nos leva não sei para onde (isso faz sentido?).

Beijos, abraços e chocolates.

Thati Freitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thati Freitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thati Freitas disse...

Vc tem que fazer um dia , um post sobre as pessoas q nao nos enganam... aquelas que gostam de todo mundo.

E esse texto sobre "nada" , que fala sobre "tudo" , ficou otimo"