segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dia da “Criância”

"Queria estar vivendo nesta hora
O mundo imaginário dos meus sonhos
Das alegrias, dos fatos risonhos
Que infantilmente imaginei outrora

Contos de fadas, eu diria agora
Puerícia vil de menino mimado
Pelos seus pais extremamente amado
Até sair um dia, mundo afora

Mas hoje piso sobre os estilhaços
Dos castelos de cristal que um dia ergui
E tento em desespero unir pedaços

Do mundo tão bonito de “criância”
Que imaginei durante toda infância
Mas, triste, vejo hoje que os perdi. "
Oldney Lope

Já não tenho poucos anos. E já não tenho tão poucos sonhos...
Quando se cresce, perde-se os sonhos de infância.
Mas é por que já está na hora de construir os sonhos de adulto.

8 comentários:

Bertonie disse...

Mas os Sonhos de Criança nunca morrem por completo. Ficam só escondidos por debaixo dos Sonhos de Adulto.

Gabi disse...

Ai, ai... queria poder voltar à minha infância e ficar lá para sempre! Sem preocupação nenhuma!

Lorita disse...

Coisa bem boa lembrar de sensações que ficaram eternizadas lá na infância...

Bjs

TSTD disse...

a simplicidade é o que mais me encanta nas crianças...gostei muito do blog. se puder passa no meu: www.heroisetrapaceiros.blogspot.com

Marcelo Mayer disse...

não sonhe, não faça planos, não se frustre. viva! é mais divertido e gostoso!

Ricelly Gama disse...

Eu prefiro meus sonhos de criança *-*
Eram todos tão mais simples e puros, e não envolviam palavras feias como responsabilidade e todo o resto.

Thulio Falcao disse...

hoje em dia tá difícil também ter uma infância inocente.

sinto falta da minha época.

xero

Thati Freitas disse...

Voce nem sonho, o quanto eu tenho sonhado!